25.9.09

nada à francesa


Leva manteiga, leite,
cacau e açúcar.
Oh, que linda sobremesa.

Dissipa a tristeza,
que é uma beleza.
Chocolate, querido,
és melhor que um marido.

Toda cheinha, tamanho GG.
Sou mesmo fofinha, como todos podem ver.
E essa noite, chocolate, pode ter certeza,
eu irei te comer.

3 comentários:

  1. Oi!
    Que poema de gordinho hein... Hehe!
    Muito simpático!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olha vou falar uma coisa. Se você colocar uma batida forte e dá uma ritimada vira um funkão original de Nova Iguaçu hein !?
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
    Na verdade achei legal, pois ele me remete aos meu tempos de gordinnho quando de tarde eu virava uma lata de leite condensado sozinho.
    Mas isso é passado e hoje eu só viro metade. KKKKKKKKKKKK...
    Beijos.

    ResponderExcluir